VALORMED alerta para necessidade de entrega dos resíduos de medicamentos nas farmácias

  • 22 de Setembro de 2016

O CIAV ajudou 25.803 pessoas aflitas, ansiosas, sem saber o que fazer diante do consumo indevido de um produto potencialmente tóxico, durante o ano 2015. Recebeu, assim, mais de 70 chamadas por dia, sendo que 8.547 (23,4/dia) incidiram sobre crianças e adolescentes e 5.776 (15,8/dia) sobre os mais pequenos. Os idosos, com idades entre os 60 e os 100 anos, foram responsáveis por 4.508 pedidos.

Causas? Tomaram ou estiveram expostos a produtos tóxicos e medicamentos, sendo que o maior grupo de risco mal sabe caminhar e empoleirar-se num móvel (22% dessas consultas telefónicas acontecem devido a acidentes envolvendo miúdos até aos 4 anos).

A VALORMED vem mais uma vez alertar para a necessidade da entrega nas farmácias dos resíduos de medicamentos que já não são utilizados, uma prática ambiental que deve ser realizada regularmente. Por outro lado, evita-se a sua armazenagem doméstica desnecessária e perigosa, prevenindo-se comportamentos de risco por parte dos grupos mais vulneráveis, como são as crianças e idosos.

Todos direitos reservados ValorMed ©.