FRANÇA ESTÁ A RESOLVER O PROBLEMA DOS MILHÕES DE TONELADAS DE ROUPAS QUE VÃO PARAR A ATERRO

  • 5 de Fevereiro de 2021

Quando alguém compra uma peça de roupa em França, o fabricante já pagou para ajudar na gestão desse produto quando ele se tornar lixo, uma vez que as marcas de moda pagam uma determinada quantia por cada produto que colocam no mercado. Em 2019 foram arrecadados 25 M€, dinheiro que serviu para pagar às fábricas em função das toneladas de roupa que classifiquem e para recompensar os municípios que comuniquem sobre a separação e recolha de roupas.

Hoje, existem já mais de 46.000 pontos de colecta (nas ruas, lojas ou em organizações como a Cruz Vermelha), sendo que o índice de recolha se situa já nos 38% da quantidade total colocada no mercado.

Este país foi o primeiro da Europa a implementar o sistema de Responsabilidade Ampliada do Produtor (RAP) para o sector têxtil, que será obrigatório na União Europeia a partir de 2025.

Todos direitos reservados ValorMed ©.