CIDADÃO E COMUNIDADE

 

Que tipo de materiais podem e devem ser entregues ou depositados nos contentores existentes nos pontos de recolha da VALORMED?

Nos pontos de recolha da VALORMED devem ser entregues não apenas os medicamentos que já não utiliza/necessita e os que estão fora de prazo, mas também os materiais usados no acondicionamento e embalagem dos produtos (cartonagens vazias, folhetos informativos, frascos, blisters, ampolas, bisnagas, etc.). De igual modo, também devem ser entregues os acessórios utilizados para facilitar a sua administração (colheres, copos, seringas doseadoras, conta gotas, cânulas, etc.).

No entanto, em caso de dúvida, informe-se junto dos colaboradores que exercem a sua atividade profissional nos pontos de recolha da VALORMED, os quais estão perfeitamente habilitados transmitir-lhe todas as informações de que necessita.

Posso entregar ou depositar resíduos que ainda contenham restos de medicamentos (xaropes, comprimidos, cremes, etc.)?
Claro que sim.
A recolha das embalagens vazias e medicamentos fora de uso ou de prazo de validade, tem 3 objetivos principais:
1.Evitar a sua deposição no lixo doméstico ou despejo através dos esgotos e, consequentemente, a contaminação dos solos e águas pelos seus constituintes, particularmente pelas substâncias ativas e excipientes utilizados na sua produção.
2.Enviar para reciclagem os materiais de embalagem e de acondicionamento (papel, cartão, plástico, vidro, ...), após separação e classificação dos resíduos recolhidos.
3.Encaminhar para eliminação através de incineração com valorização energética, os restos de medicamentos recolhidos.
Deste modo, a VALORMED pretende preservar o ambiente e cuidar da saúde de todos.


O que não se deve entregar ou depositar nos contentores existentes nos pontos de recolha da VALORMED?
Não entregue nem deposite agulhas, seringas ou qualquer outro material corto-perfurante, termómetros de mercúrio, aparelhos elétricos ou eletrónicos, material de penso e cirúrgico (gaze, algodão, álcool etílico, água oxigenada, etc.), produtos químicos ou detergentes, fraldas e radiografias (que neste caso só devem ser entregues quando a AMI lança a sua campanha anual de recolha nas farmácias comunitárias).


Onde é que me posso dirigir para entregar estes resíduos?
Nas Farmácias Comunitárias e LVMNSRM (Locais de Venda de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica), vulgarmente designados por espaços de saúde/parafarmácias, existentes no Continente e Ilhas, esta entrega pode ser feita os quais, de igual modo, se encontram identificados. Pode consultar o menu Instituições Aderentes neste site e encontrar o ponto de recolha que se encontra mais perto de si.
A VALORMED fornece gratuitamente os contentores de cartão e, quando justificável, expositores metálicos (onde são introduzidos os contentores de cartão), ambos identificados com o seu logotipo, onde são depositados os resíduos para posterior recolha.


Qual é o papel da VALORMED neste processo?
A VALORMED é uma sociedade que reúne os principais agentes da fileira do medicamento.
Foi criada com o objetivo de organizar e integrar as diversas operações relacionadas com a gestão dos resíduos gerados pelo sector farmacêutico, colocando ao serviço dos cidadãos um sistema cómodo e seguro para que estes se possam libertar das embalagens vazias e medicamentos fora de uso de origem doméstica.
Salienta-se que, ao aproveitar o mesmo canal de distribuição que é utilizado para o fornecimento regular dos produtos às farmácias comunitárias e LVMNSRM (Locais de Venda de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica), contribui de uma forma significativa para a diminuição da pegada ecológica, importante indicador da sustentabilidade ambiental.


Quais os objetivos da VALORMED?
A atividade da VALORMED pretende alcançar e concretizar alguns objetivos fundamentais:
1.Transmitir a responsabilidade e preocupação do sector farmacêutico com o destino a dar aos resíduos de embalagens e medicamentos de origem doméstica.
2.Minimizar o impacto que os resíduos de embalagens e medicamentos podem vir a causar sobre o ambiente.
3.Sensibilizar para a não acumulação de medicamentos nos domicílios por parte dos cidadãos.
4.Evitar a automedicação indevida.


O que é um medicamento e que cuidados devemos ter com os medicamentos?
Por definição, um medicamento é toda a substância ou associação de substâncias apresentada como possuindo propriedades curativas ou preventivas de doenças em seres humanos ou dos seus sintomas ou que possa ser utilizada ou administrada no ser humano (ou em animais) com vista a estabelecer um diagnóstico médico ou, exercendo uma ação farmacológica, imunológica ou metabólica, a restaurar, corrigir ou modificar funções fisiológicas. Para o seu bom uso, deixam-se algumas recomendações importantes:
- Utilizar os medicamentos seguindo as instruções do seu médico e do seu farmacêutico.
- Cumprir sempre o tratamento que foi prescrito.
- Não fazer uma utilização abusiva ou irresponsável dos medicamentos, pois poderá trazer consequências negativas para a saúde.
- Guardar os medicamentos em local seguro e apropriado, conservando-os dentro das embalagens e com o folheto informativo no seu interior.
- Manter sempre os medicamentos afastados das crianças.
- Verificar sempre o prazo de validade antes de tomar qualquer medicamento.
- Lembrar-se que um medicamento adequado para uma pessoa pode não ser adequado para outra.
- Fazer uma revisão periódica à farmácia doméstica (no máximo a cada 6 ou 12 meses), verificando o prazo de validade dos medicamentos.
- Não guardar medicamentos que já não necessita.
- Não deitar os medicamentos no lixo ou vazar os seus restos através dos esgotos domésticos.

Todos direitos reservados ValorMed ©.